ENVIA-NOS UMA MENSAGEM geral@rostosolidario.pt
CONTACTA-NOS +351 256 336 001
FAÇA UM DONATIVO

Projeto de prevenção da violência a crianças foi um sucesso

Dia 19 de novembro, foi o Dia Mundial para a Prevenção do Abuso contra as Crianças.

Reconhece-se a importância de realçar, sensibilizar e mobilizar a sociedade civil e os governos para uma intervenção ativa na defesa, na promoção e no respeito pelos Direitos da Criança.

Neste âmbito, o projeto SOS Centers, surge com a ambição de contribuir para a superação deste problema, procurando novas abordagens de criar oportunidades para que as crianças reportem situações de violência, facilitando o processo de procura de apoio.
Este processo é fundamental para proteger as crianças e, entre as formas possíveis para que isso aconteça, está a criação de mecanismos adequados de acesso à informação, denúncia e apoio.

Para esse efeito, este projeto desenvolveu várias ações de sensibilização, recursos online e físicos, envolvendo crianças e jovens na sua criação e divulgação.

No dia 20 de novembro, a Rosto Solidário participou na sua conferência final, em Atenas, na Grécia, juntamente com os parceiros Opportunity and Protection Association (Bulgária), New Bulgarian University (Bulgária), Kean (Grécia) e Usma (Itália).
Docentes e não docentes (mediadora social) dos Agrupamentos das Escolas de Corga de Lobão, de Sta. Maria da Feira e das Escolas António Alves e Amorim, de Lourosa, também estiveram presentes para comunicar diretamente os resultados e efeitos da participação dos alunos neste projeto.

Já no dia 20 de novembro, realizou-se a reunião final do projeto, onde os parceiros envolvidos puderam apurar os seus resultados e preparar os próximos passos e relatórios.

A Rosto Solidário ficou positivamente surpreendida com o empenho e motivação de todos alunos envolvidos, bem como está muito grata pela colaboração dos seus professores pela disponibilidade e espaço criados para momentos de discussão, sensibilização, criatividade e atuação perante este problema. Neste projeto, os próprios estudantes tornaram-se os principais embaixadores e sensibilizaram os seus pares apresentando-o a 23 turmas do 5º ao 9º ano, num total de 457 alunos!

Os 22 alunos que se tornaram nos principais embaixadores do projeto, estiveram desde o início em atividades de discussão, criação de redes sociais, website, email de linha de apoio, sessões de treino e materiais de sensibilização diversos (como poemas, desenhos, música e um vídeo), para além dos materiais de comunicação (posters, roll up e sweats).

Vários profissionais das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens – CPCJ locais, foram também envolvidos em sessões de esclarecimento sobre o projeto e seus objetivos.

Consulte mais informação sobre o projeto aqui.

Subscreva a nossa newsletter