ENVIA-NOS UMA MENSAGEM geral@rostosolidario.pt
CONTACTA-NOS +351 256 336 001
(Chamada para a rede fixa nacional)
FAÇA UM DONATIVO

Notícias Projeto Rights

No passado dia 01 de Julho, a Rosto Solidário esteve presente no seminário do projeto Erasmus+, Rights – “Respect is the Goal, Hate Speech Treathens Sport Integrity”, financiado pela União Europeia, realizado na Federação de Futebol da República da Sérvia, cujas principais questões abordadas foram o problema do discurso de ódio no desporto e quais as medidas mais eficazes para combatê-lo.

Este seminário, organizado pelos parceiros do projeto Associação de Adeptos Gentlemen, de Belgrado, incluiu também um workshop com jovens jogadores de futebol da equipa Sérvia Čukarikki, que tiveram como objetivo principal, apresentar as principais ocorrências de discurso de ódio no desporto, bem como as formas dos atletas se oporem, denunciarem e o ultrapassarem.

Neste workshop, foram testados um conjunto de jogos educativos com a coordenação dos treinadores, para que os jovens atletas pudessem compreender conceitos como a igualdade, justiça, respeito, e aprender a combater o discurso de ódio, racismo, assédio, insultos e diversos tipos de discriminação.

Dada a importância e premência desta problemática, outras entidades relevantes do desporto marcaram também a sua presença para um maior envolvimento e para que os seus representantes possam defender e promover estas atividades no futuro. Nomeadamente, o Ministério da Juventude e do Desporto da República da Sérvia, fez-se representar pelo Ministro Adjunto Uroš Pribićević, que deu um forte apoio a projetos como este.

“(…) Estes seminários e webinars onde os jovens são informados sobre o que são fãs e hooligans são muito importantes. Dentro do ministério, reconhecemos a questão dos fãs como um tema urgente e com o qual o estado lida seriamente. Temos um conselho interdepartamental para a repressão da violência em eventos desportivos, onde, em cooperação com o Ministro do Desporto e o Ministro do Interior, trabalhamos na prevenção desses problemas. Este é um grande projeto que moldará as futuras gerações de fãs e atletas.”, refere o Ministro adjunto da Juventude e do Desporto. Acrescenta ainda que “(…) A educação é muito importante no desenvolvimento de valores”, reforçando a mensagem clara de que o Ministério apoia projetos como o RIGHTS.

Aleksandra Ćupović, diretora do setor de assuntos gerais da Federação de Futebol da Sérvia, também reforça a importância deste tipo de projetos, referindo que “ (…) A Associação apoia com todo o coração este tipo de projeto. Em alguns casos, a associação é até um participante ativo. A Associação promove desporto com valores reais. É muito importante discutir esses temas, principalmente no ano em que a Copa do Mundo é realizada no Catar.”

O projeto Rights é um projeto transversal e holístico pretende sensibilizar diversos atores do desporto e despertar a opinião pública para este problema ainda existente nos campos desportivos.  Utiliza metodologias que incidem em ações preventivas, através da criação de uma série de recursos educativos e de comunicação.

Durante a fase inicial do projeto, os parceiros dos diferentes países (Itália, Portugal, Sérvia, Bulgária, Grécia e Turquia) através de uma análise detalhada da oferta formativa dos treinadores desportivos, concluíram que não existe educação formal de treinadores nas áreas da comunicação intercultural, bem como no tema da luta contra o discurso de ódio no desporto.

Esta deverá ser uma temática premente hoje em dia, e é intenção da Comissão Europeia, bem como da organização da UEFA, trabalhar sobre o desenvolvimento destes programas educacionais. A realização deste tipo de workshop é uma aposta pioneira, uma vez que este tipo de formação ainda não tinha sido realizado na Europa.

No dia antecedente a este workshop, a Rosto Solidário esteve também presente na reunião de follow up das atividades e concretizações do projeto, juntamente com restantes parceiros que o implementam (sete organizações internacionais – duas universidades e cinco organizações não governamentais).

Recordamos que este projeto pretende promover valores verdadeiros, de cooperação, interculturalidade, fair play, tolerância e o comportamento digno nas bancadas.

Saiba mais sobre este projeto e utilize os seus recursos através do seu website oficial.

Subscreva a nossa newsletter