PT | EN
ENVIA-NOS UMA MENSAGEM geral@rostosolidario.pt
CONTACTA-NOS +351 256 336 001
FAÇA UM DONATIVO

Material de apoio humanitário chegou a Moçambique

 

BENS HUMANITÁRIOS CHEGARAM A MOÇAMBIQUE ESTE DOMINGO

A união de esforços entre as organizações da sociedade civil Rosto Solidário, Cáritas Portuguesa e Camões – Instituto da Cooperação e da Língua Portuguesa, I.P. fez chegar, neste passado fim de semana (03 e 04 julho), material de apoio humanitário à crise vivida em Cabo Delgado, Moçambique.

Esta ação conjunta reuniu recursos e um total de 1,5 toneladas de bens (higiene, saúde e vestuário), cuja entrega foi repartida por três aeronaves. Este feito foi conseguido através da parceria entre a Comissão Europeia, a Cooperação Italiana e o Camões, I.P., e realizada ao abrigo da iniciativa Ponte Aérea Humanitária da União Europeia.

Estes materiais serão agora distribuídos pela Cáritas Diocesana de Pemba à população mais vulnerável da Província de Cabo Delgado (pessoas deslocadas e vítimas dos conflitos). Na sua receção encontravam-se presentes o Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Francisco André, com o Embaixador de Portugal em Maputo, António Costa Moura e a Vice-Presidente do Camões, I.P., Cristina Moniz.

Recordamos que a Rosto Solidário apoiou esta ação de angariação de bens, contando com o suporte de empresas locais, como a Fresinius Kabi e Codil.

Paulo Gomes, presidente da Rosto Solidário afirma, “A Rosto Solidário sempre se demonstrou sensível à crise humanitária e ao drama que se vive em Moçambique, desde há quase 4 anos”.

Para além de ter vindo a apoiar desde 2019 com a recolha de fundos e de géneros, a Rosto Solidário juntou-se ao Movimento por Cabo Delgado, em conjunto com mais de 30 organizações da Sociedade Civil, para continuar a alertar para este problema”.

Em declarações recentes feitas no âmbito do Movimento por Cabo Delgado, o presidente reforça ainda que “(…) continuaremos a alertar e mobilizar esforços, trabalhando na construção de redes e pontes entre intervenientes para que o problema não seja esquecido e para que haja ações concretas para a paz, estabilidade e um futuro de desenvolvimento para Moçambique.”

No próximo dia 09 de julho chegará a terceira aeronave a Pemba, Moçambique.

Mais informação sobre o Movimento por Cabo Delgado no link.

(Autoria da imagem de Cáritas Pemba, gentilmente cedidas pela Cáritas Portugal).

Subscreva a nossa newsletter