ENVIA-NOS UMA MENSAGEM geral@rostosolidario.pt
CONTACTA-NOS +351 256 336 001
FAÇA UM DONATIVO

Professoras contribuem para ferramentas de educação europeias

Liliana Relva, professora de inglês na Escola Profissional de Paços de Brandão e Emília Cardoso, professora de biologia no Agrupamento de Escolas de Santa Maria da Feira, acabam de regressar de 3 dias da formação do projeto Stairway to SDG 3.0, na cidade romena de Arad.

Juntamente com vinte e dois professores e profissionais europeus (romenos, espanhóis, italianos, gregos e belgas), tiveram a oportunidade de fazer parte deste intenso programa de formação sobre a utilização de ferramentas digitais concebidas para trabalhar o conceito de sustentabilidade nos cursos de ensino e formação profissional.

O principal objetivo deste projeto, é desenvolver uma plataforma de b-learning e um jogo 2D que servirá de apoio a todos os professores para melhor ensinar os seus alunos sobre os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Liliana Relva, uma das professoras participantes partilha “(…) A formação internacional tem um papel bastante importante na vida de um professor, pois permite-lhe “sair da bolha” da sua escola e do seu país, contribuindo para o seu constante processo autoreflexivo. Testar a plataforma e o jogo 2D do projeto Stairway to SDG 3.0 foi bastante interessante, motivador e divertido, com alguns momentos de frustração pelo meio. No entanto, até estes momentos de resolução de problemas e de ultrapassar obstáculos são importantes para a formação de caráter, tanto do professor como dos alunos. Ao mesmo tempo que joguei, aprendi! (…)”.

Depois de largas horas de trabalho e de terem também a oportunidade de dar os seus contributos para melhorar esta plataforma e jogo 2D, agora após o seu regresso às escolas, implementarão experiências-piloto utilizando estas ferramentas digitais nas suas salas de aula.

“(…) Um professor tem de estar em constante mudança, evolução e aprendizagem para poder acompanhar e adaptar-se, tanto o mundo que o rodeia como as diferentes gerações de alunos. A formação internacional é um fator facilitador e enriquecedor deste processo (…)”, reforça Liliana Relva.  A mesma professora ressalta também a oportunidade que teve de “(…) cruzar pontos de vista com professores de outros países, bem como a cooperação e colaboração com os mesmos, ou com associações e comunidades que façam parte dos projetos (…).”

Já a colega professora de biologia, Emília Cardoso, afirma que esta oportunidade internacional “(…) permitiu identificar algumas dificuldades comuns da prática letiva e apontaram-se algumas possíveis formas e ferramentas para minimizar pelo menos algumas dessas dificuldades. Estas experiências contribuem para manter o entusiasmo, a criatividade e a adaptabilidade necessárias à atividade diária de um professor (…)” acrescentando ainda o feedback de um ótimo convívio entre as várias equipas e a organização das tarefas a concretizar duramente esta formação.

O projeto Stairway to SDG 3.0 é cofinanciado pelo programa Erasmus+, da União Europeia, é liderado pela organização espanhola Amycos, implementado em parceria com a Rosto Solidário, a Universidade belga Odisee, o Centro Ambiental Mediterrânico da Grécia, bem como as empresas de economia Predict da Roménia, Tyto de Itália e Idycos de Espanha.

Mais informações sobre o projeto aqui.

Subscreva a nossa newsletter