ENVIA-NOS UMA MENSAGEM geral@rostosolidario.pt
CONTACTA-NOS +351 256 336 001
(Chamada para a rede fixa nacional)
FAÇA UM DONATIVO

SOS School Organized Support Centres

SOS School Organized Support Centres

Estado: em execução.
Início: março, 2022.
Conclusão: março, 2024.

Parceiros: Opportunity and Protection Association (Bulgária), New Bulgarian University (Bulgária), Kean (Grécia), Rosto Solidário (Portugal), Usma (Itália).

Entidade Financiadora: Programa Cidadãos, Igualdade, Direitos e Valores (CERV)

A pandemia do Covid-19 impactou a maneira como as crianças vivem e esta mudança radical nas suas vidas veio limitar as oportunidades de acesso a apoios ou serviços de ajuda em situações de ameaça, perigo ou risco de violência.

O projeto SOS Centres surge com a ambição de contribuir para a superação deste problema, procurando novas abordagens de criar oportunidades para que as crianças reportem situações de violência, facilitando o processo de procura de apoio.

A deteção precoce dessas situações é fundamental para proteger as crianças e, entre as formas possíveis para que isso aconteça, está a criação de mecanismos adequados de acesso à informação, denúncia e apoio, desenvolvendo recursos online, envolvendo as crianças na sua criação e divulgação.

Neste sentido, o projeto pretende cumprir os seguintes objetivos:

1. Reforçar os mecanismos de deteção precoce, notificação e apoio a (potenciais) vítimas, estabelecendo Centros SOS em 9 escolas e 2 clubes desportivos infantis, que terão impacto positivo em 1400 crianças.
2. Melhorar a capacidade de 140 intervenientes e profissionais relevantes para detetar e responder à violência contra crianças.
3. Aumentar a prática, ao nível da União Europeia, da valorização da participação infantil nos processos de prevenção e resposta à violência contra crianças.

O presente projeto tem como principal grupo-alvo 1400 crianças entre os 13 e os 18 anos que estudam em escolas na Bulgária, Grécia e Portugal, bem como em clubes desportivos de Itália.

Baseia-se em 2 abordagens – comportamental e participação infantil – que serão aplicadas, por um lado, na capacitação de profissionais, através de workshops e programas de formação para os mesmos e, por outro lado, através do fortalecimento dos mecanismos de apoio escolar, surgindo assim, a criação de centros SOS, o desenvolvimento de materiais de capacitação, um vasto leque de atividades para as 1400 crianças e recursos online criados pelas mesmas.

Estas abordagens serão, ainda, aplicadas na avaliação de impacto, através do desenvolvimento de uma metodologia e da redação de 4 relatórios nacionais e um relatório de projeto.

No contexto da disseminação do projeto serão realizadas 3 conferências nacionais e uma na União Europeia.
Será também desenvolvido um Kit de ferramentas em 5 idiomas diferentes, um canal do youtube, e por fim, serão disponibilizadas 500 pendrives.

Objetivos


· Criação de uma abordagem abrangente direcionada à promoção de novas oportunidades de deteção precoce, reporte e suporte relacionados com a violência contra crianças, no contexto da pandemia do Covid-19;

 

· Definição de novos canais para a identificação antecipada, denúncia e procura de apoio;

 

· Promoção da abordagem da participação da criança na conceção, implementação e avaliação do projeto;

 

· Acumulação de conhecimento sobre o impacto do projeto;

 

· Difusão dos resultados e produtos do projeto;

 

· Contribuição para a prática da União Europeia na aposta da participação infantil no combate à violência contra crianças.

Subscreva a nossa newsletter